Seguidores

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Com amor ...

Me guarda dentro do teu peito
E de mim não se desfaça
Me deixa  nele crescer
Como uma flor dourada
Ser seu sol quando em ti chover
Abrir as cortinas da tua janela
E te mostrar que há brilho e luz
Em todo amanhecer

Mesmo que o céu
Esteja coberto por nuvens negras
Este brilho, esta luz,
 Estarão lá, sempre!
Basta que teu olhar atravesse
Esse manto denso para que possas ver
E ele pode fazer isso...

Me guarda em teu sorriso
E ilumina também o meu olhar
Quero me ver refletida em teus olhos
E dentro deles sonhar os sonhos mais lindos
E contigo os compartilhar

Quero ter a palavra que te acaricia
Murmurada docemente ao teu ouvido
E que as ouças
Mesmo antes do teu despertar

Me guarda com ternura em teu peito
E me deixa nele descansar
Me cuida com carinho e com zelo
De ti  também irei cuidar
Numa troca intensa
de afeto
Que somente os corações que amam de verdade
Sabem trocar ...

regina ragazzi


Regi
Só um coração a amar de verdade escreve um poema assim que me emocionou!
talvez dos mais belos que escreveste e já te li bastantes!
Beijooo do ZÉ




Sonho


Sonho pela vida
que não tenho,
que procuro,
e que luto
neste silêncio
que me acompanha!

Sonho
com a família
dispersa, distante,
com a saudade constante,
de um homem
que disfarça ser feliz!
Que vive angustiado,
dando amor
aos que se lembram dele,
lhe aliviam a dor,
o acarinham, o admiram,
o amam,
fazendo esquecer,
as sombras da vida!

Sonho
com a felicidade,
que bate à porta
de cada um
e que um dia
encontrará
minha porta aberta,
para viver em paz
o resto do meu caminho!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=grtG_-9YoCI 

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Em paz...

No céu, entre as estrelas passeia um anjo
Posso vê-lo aqui debaixo
Eu o vejo de qualquer lugar onde eu estiver
Porque não preciso dos meus olhos para isso
Só do meu coração
E dessa minha alma  que o buscava constante
Mas que hoje descansa serenamente
Porque sabe que ele nunca esteve ausente
Ele continua morando bem aqui,  dentro do meu peito
É assim que eu o sinto...é assim que eu o vejo...

regina ragazzi

Foi preciso muito tempo para eu entender que precisava te deixar ir
e que mesmo assim você estaria aqui...

Beleza sublime * Para ti Regina Ragazzi uma amiga que me foi enviada *

regina ragazzi


Avistei uma mulher
nas rochas em que o mar batia
e aproximei o meu olhar:
ela me fixou!


Contemplava o mar,
recordando 
a vida passada,
anseios e sonhos,
as suas preocupações
os entes queridos,
muito leal com os amigos
e me dizendo
como se há nuito 
nos conhecessemos!


Senti isso:
Que já nos conhecíamos
de outras Vidas
e nos reencontrássemos ali!


Nas suas palavras,
encontrei doçura,
compaixão,
paixão, amor,
saber viver,
Vivendo!


Diante de mim
só encontrei beleza,
na Mulher
que irradiava Luz 
e sentimentos nobres.
Era mesmo bela;
uma beleza sublime!


José Manuel Brazão


* Para ti Regina Ragazzi uma amiga que me foi enviada *




http://www.youtube.com/watch?v=HM14BYTPY_I&feature=related


Regi

É verdade que já conheci muita gente na Poesia e algumas com contacto diário. Mas contigo Regi temos conversas para crescermos na Vida. E sabes que começámos a conversar numa altura em que me pretenderam destruir o nome e a imagem. Tu sempre acreditaste no verdadeiro José Manuel Brazão que foi usado pelo nome que tinha no meio poético. Nunca esquecerei as tuas horas de alento. UMA GRANDE SENHORA. Até teu marido Gil sabe que pode contar comigo na admiração e respeito que tenho por ti!
 Todos somos diferentes, mas os ruins ignoremos e existe uma parte de música portuguesa que diz: por morrer uma andorinha não se acaba a Primavera!
 Um beijo e abraço carinhosos
do ZÉ

Luiz Mario Costa
- Mano?! vamos com calma, o coração tem taquicardia, deste jeito a emoção vai ultrapassar a barrreira de som e de luz.  Um poema escrito com os sentimento em pauta, um poema em direção de uma poetisa que ... Meu Deus!!!... que nome heim?  Regina Ragazzi, onde os vocábulos chega e se abre.  Manoel eu particularmente agradeço-te por esta inspiração, em nome da poesia e dos vocábulos usados para compor: "Diante de mim /uma beleza sublime"  que versos pródigo, dentro de uma essência onde o limite de carinho chega e não tem dimensão.  Mário Bróis.

Acalenta
linda homenagem ZE é assim que agradecemos nossos amigos,não tem forma mais linda que essa em poema a regina merece e você é um grande amigo e tem feito isso varias vezes parabéns amigo.
 Abraço

Amartvida
a Regina é uma da pessoas mais linda que já conheci, sinto tb esse carinho imenso por ela,
e sou grata a Deus pela oportunidade de te-la conhecido...
uma homenagem muito especial a pessoa certa
abraço amigo poeta
Nina



Beatriz Prestes  
Que presente linda você oferta de forma encantadora à nossa querida Regina!!
Cada verso uma preciosa criação!!
Parabéns Zé, pela poesia rica...parabéns à Regina, pelo presente maravilhoso!!
Beijo carinhoso aos dois
Bea

Regina Nossaaaa Zé! Putz! Nem sei o que dizer... estou aqui emocionada. Que linda essa poesia. "as suas preocupações,os entes queridos..." É.. me lembro do dia que falamos sobre isso.Eu falei do meu pai e meu irmão e meu outro irmão rsrs.Vc falou do seu filho João. Puxa amigo que lindo tudo isso. Obrigada por esses versos, pela sua amizade, sua generosidade. Vc é um grande amigo.Te deixo um beijo carinhoso e fraterno. Obrigada Nina, e Mário, amigos de coração tb e Maria josé que aos poucos vou conhecendoe sei que seremos amigas tb. Obrigada pelos comentários carinhoso. Bjsss



Ivone Poemas Lindos versos reconhecendo a amizade, eu venero uma boa amizade, que todos possam ser sempre amigos assim, lindos!!!
Abraços
Ivone








Para ti ( Meus Filhos )

Aprendi com teus irmãos,
como é difícil a missão de pai!

Procurei
e procuro todos os dias,
aperfeiçoar a minha missão:
ser bom pai
e não só, pai bom!

Compreendo as tuas fraquezas,
a tua ansiedade.
Procuras o teu caminho,
na busca da felicidade!

Procura;
não desistas!

Para mim
és uma esperança;
minha esperança
e Luz do meu caminho
que me resta…

José Manuel Brazão

Eu também, como você, procuro me aperfeiçoar nessa missão a cada dia.
Parabéns!
Abraço.
Frederico

Fred querido Amigo
Um poema que dedico a todos os Pais
sempre com a interrogação, a hesitação,
se estamos desempenhando bem esta tão
dificil Missão! Por vezes não avistam o Amor que existe em nós!

Abração do 


Blogger regina ragazzi disse...
Sua sensibilidade é extraordinária poeta. Sempre te aplaudo. Bj carinhoso e fraterno amigo do coração.

Será preciso o caos?

Vivo em constante preocupação com o modo de estar entre as pessoas!

Por vezes não sou compreendido pela forma como trato o Amor!
Eu aprendi ao longo da vida que o Amor é um estado de alma, uma vida comportamental e que tem várias vertentes!
Existe o Amor raiz de todas as coisas: um gesto, uma palavra, uma ajuda.
Depois caminhamos para o amor físico: desejo e prazer, que é necessário para a procriação e reorganização social deste planeta e ainda para dois seres se complementarem na afectividade!
Não abordarei orientação sexual, porque não tem cabimento neste texto e nem o Autor gosta de escrever sobre matérias em que não está devidamente preparado. Pode ter a sua opinião, mas não basta!
Mas voltando ao Amor raiz de todas coisas verifico que foi preciso chegar aos das relações humanas para muitos de nós – e já são muitos mesmo - despertarem e analisarem que a Mulher e o Homem não poderiam continuar indiferentes a valores supremos da Vida!
Assim espero que num próximo texto possa usar palavras mais optimistas e positivas!

Abraçarei sempre a Esperança!

José Manuel Brazão

domingo, 26 de fevereiro de 2012

Meu amanhecer...

Adoro acordar às 6 da manhã com o canto dos passarinhos, latido de cães, e o cantar do galo...sempre atrasado!!Galo preguiçoso..rs. Dá vontade de ficar mais um pouco na cama,cochilar mais um pouquinho encolhida debaixo dos lençóis...mas ahhhhh é verão!! Calor já logo cedo. Dispenso os lençóis, reviro na cama. Não adianta, tenho que levantar.
Saio pela casa abrindo todas as janelas. O sol já entra dentro da minha cozinha. Ligo meu radinho. Enquanto esquenta  a água do café, vou tomar um ar fresquinho na área de serviço.É espaçosa  Como moro no alto, bate um ventinho gostoso, refrescante.Queria que fosse um quintal, com um jardim todo colorido como era na minha granja. Sempre que acordo e ouço o canto dos pássaros,o latido dos cães, o canto do galo,  me lembro dela.Já amanheço cheia de saudades....
Hoje então por ser domingo, nossa...
Mas é uma saudade gostosa, saudade saudável. Cheia de lembranças boas.
Fora esses cantares, o resto é só silêncio. A rua vazia, casas com janelas ainda fechadas.
Parece que tudo dorme, todos dormem, menos eu...
Respiro... é uma nova manhã...um novo dia...
E eu aqui ja fazendo da vida ...poesia...

regina ragazzi

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Saudade é um mal de que se gosta e um bem de que se padece

Saudades! Quem as não tem?


Eu tenho as duas a que dei título.


Gosto de ter saudades de todos os que amo, daqueles que me amam, dos que gostam de mim, dos que me acarinham e que eu procuro corresponder de coração aberto.


Padeço de saudades por aqueles que amo e estão distantes de mim. Alguns, após estarmos juntos,  já me deixam nessa situação: com saudades e ansioso pelo próximo encontro.


Por ti, João:


Sinto ambas. Gosto de ter saudades do meu filho, mas como te sinto muito próximo, não padeço tanto!
As minhas saudades por ti são uma cumplicidade com o silêncio e com o Universo!
Quando estou a editar e publicar o Blog és o meu companheiro, porque a flor e a cor que gostas é a rosa amarela. O logo deste Blog é a  rosa amarela.


Porque és o meu companheiro?
Quando abro o Blog olho logo para a rosa e vejo a tua imagem. Sorrio para ti e a rosa amarela fica mais viçosa...


Fica em Paz e com muita Luz


José Manuel Brazão



sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Deixa-te estar!

Admiro a tua resignação
a tua tolerância diante da Vida,
com a esperança do momento,
do nosso momento,
do nosso encontro,
que será o ponto de partida,
para um novo ciclo de Vida
há tanto tempo almejado!

Confia no destino
até àquele abraço desejado,
mas deixa-te estar!

José Manuel Brazão


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Qual solidão!!!

Sou um homem
que vive só!
Não sei
o que é solidão!

Não a alimento
nem quero
ser amigo dela!

Vivo
com o mundo
à minha volta,
com pessoas
que me dão amor…

Que mais posso pedir?

Solidão
ou não solidão,
apenas existe
nos que querem
viver esquecidos
que ainda há
o amor ao próximo!

Eu acreditarei sempre…

José Manuel Brazão



Ah, como é doce essa saudade!

Nem sempre a saudade
é triste e amarga;
deixa em nós o belo,
o sonho, o desejo!

Se pudesse repousaria meu corpo contigo,
deixando o tempo nos levar.
Se pudesse iria além do mar
e faria de ti minha morada,
de tua cama nosso templo,
de teu colo meu abrigo,
dessa noite a nossa Vida!

Consolámos mais um dia de saudade
e por hoje dormimos serenos,
em nós alimentámos
nossos desejos, quereres
e sonhos que um dia serão realidade!

José Manuel Brazão






quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

O que eu tenho, é teu!

Deste-me o que tinhas
de melhor em ti!
Paixão ardente
em noites de luar
pensando em mim
com esperança
de um viver sublime!

Tudo recebi
quase tudo perdi!
Pensei
nos erros cometidos
agora corrigidos,
com a chama
que não se apagou
e deste-me esse perdão!

Sinto o silêncio,
ouço as tuas lágrimas
lavando a alma
e recordares
que esse tempo vivido
em nós, foi belo,
muito belo
e não podemos negar
nem tão pouco esquecer!
Mas o que tinhas, era meu
e o que tenho, é teu,
sempre, mas sempre!

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=21RVgBu5o2c

Amar-te-ei para sempre!

Um amor assim,
vivido e alimentado por mim,
só de quem ama com alma!

Um amor
no tempo em silêncio,
na memória do tempo,
com lágrimas guardadas na alma
e outras escondidas na sombra da Lua!

No resto do meu caminho,
até final desta vivência,
amar-te-ei para sempre!

José Manuel Brazão

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Nem sempre a felicidade mora ao nosso lado!

Vivemos com a pessoa que amamos,
porque nos cruzámos com ela
e julgámos que esse amor era a nossa morada!

Passam dias e anos
e na convivência fisica
olhos nos olhos,
acções e reacções
ambos sentimos,
constatamos comparando,
que afinal a felicidade
está mais longe;
para ser feliz e ter momentos felizes
pode sim, morar em alguém,
 estar longe sem perdermos de vista!

José Manuel Brazão

Sonho noturno

Apenas adormecer
Aconchegada a si mesma
Sonhar sonhos de menina
Visões inocentes de prazer
Descansar em seu próprio colo
Serena(mente)
Nada mais ver ou sentir
Só o bater ritmado do coração
Mergulhado numa doce calma

Profundamente adormecer
Protegida pelo silêncio noturno
Raios de luz entrando
Por uma fresta na janela
Pousando-lhe na delicada pele
Suavizando-lhe a face
Coberta pelas sombras da noite
Envolvendo-lhe todo o corpo
Como a abraçá-la tranqüila
Zelando por seu  repouso

regina ragazzi

Já não chega a saudade do teu olhar...

O teu olhar
levou-me à paixão.
depois ao amor!

É um amor sem limites,
sem hesitação,
bebendo as tuas palavras,
a tua dedicação,
o teu amor em silêncio,
por vezes escondido,
outras vezes assumido!

Ninguém roubará
este amor que corre,
que se alimenta em nós!

Já não chega
a saudade do teu olhar...

José Manuel Brazão

http://www.youtube.com/watch?v=iTFoMbaJ69Q&feature=player_embedded#!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Por graça do destino

Quis renascer neste mundo,
aprender este novo tempo,
esse mistério que é existir,
sempre na busca do amor!

Vivi paixões e amores
e um deles me deu filhos e netos,
que serão o meu futuro,
o prolongamento da estrada da Vida!

E nesse caminho encontrei
aquela Mulher
que fez brilhar minha Alma,
amanheceu meu coração
que parecia adormecido!

Tudo se alterou em nossas Vidas,
ambos sofríamos uma solidão
de sentimentos,
que passámos em cada dia
a doar, a doar
numa ajuda constante
em que cada um
ia completando o outro,
assim dois corpos em um
e duas almas harmonizando!
Entre nós uma criança
que nos dava amor,
alegria na Vida,
força muita força
para este amor sem hesitação!

Hoje olhamos para trás
e vemos as pegadas deixadas neste caminho,
sentimos as marcas deixadas em nossos corpos,
e um amor que não vai
se alojou em nossos corações e almas
e por graça do destino
ficou eterno como amor inacabado!

José Manuel Brazão


domingo, 19 de fevereiro de 2012

Português com gosto brasileiro!

Sou um português
que não renega suas raízes!
Sinto o meu país
que me deu filhos
e netos,
me deu alegrias
e tristezas,
me ensinou a amar,
a viver,
a perder e a vencer!

Que me deu de Amigos,
amigos
que são família
fora da Família!

Mas
sou português
com um carinho especial,
pelo Brasil
e suas gentes!
O carinho e o amor
que atravessam o Atlântico
e vêm até mim,
calorosos,
generosos,
com amor sem fim!

Sou Português
com gosto brasileiro!

José Manuel Brazão



Esta homenagem me emocionou!O coração pulando ao som do meu Brasileiro.Obrigada "Português com gosto de Brasileiro" Eu também sou assim,ao contrário.
Beijo
Varenka

OLÁ AMIGO ZÉ, TEU TEXTO ESTÁ UM PRIMOR. NÓS, BRASILEIROS SÓ PODEMOS AGRADECER TUA HOMENAGEM E RESPEITO POR NOSSA GENTE. A RECÍPROCA É VERDADEIRA AMAMOS PORTUGAL COM MUITO CARINHO. UM OCEANO É PEQUENO DEMAIS PARA REPRESAR AS AMIZADES E OS SENTIMENTOS DOS PORTUGUESES E BRASILEIROS. PARABÉNS E OBRIGADA POR PARTILHAR, MEU CARO AMIGO.
BJS, ALICE

Linda homenagem!!
Teu coração é bem brasileiro de fato..
eijão
Anna.

Corroboro a tua mensagem em forma de amor e demonstração de carinho e respeito.
Grandes amigos que gostaria de abraçar de encontro ao peito, os nossos irmãos Brasileiros, que este e outros sites nos deram como grandes Amigos que enchem de alegria e júbilo os nossos corações sequiosos de amor, paz e fraternidade.
Beijo
Nanda Esteves

Costumo escrever e dizer, que talvez tenha nascido no País errado!

Primeiro porque me identifico muito bem com a vossa cultura e depois muito do que sou como escritor vos devo essa gratidão!

Beijo e Abraços
admiração e carinho
do ZÉ
José Manuel Brazão

* Caminhemos de mãos dadas *


Ao avesso da poesia

Hoje não há palavras nem versos
Fechou-se repentinamente a cortina
Estou avessa à poesia
Mas fiz um sambinha:
“Samba menina
Que hoje é só folia
Aproveita o carnaval
Mas não seja  sentimental
Porque tudo vai acabar...na quarta-feira..
lalalalalala...."

regina ragazzi

Bom dia futuro!

Já tanto vivi
e fiz tão pouco
para aquilo que sonhei;
mas pacientemente
viverei
dia após dia
cumprindo para o que vim,
semeando tudo de bom que existe em mim
e serenando pelo Amor que dei
e todo aquele que recebi!

Diante da Vida
bom dia esperança
bom dia futuro!

José Manuel Brazão


sábado, 18 de fevereiro de 2012

Vieste do mar e navegarás em meu corpo!


Vens do mar,
desse mar imenso,
que nos distancia,
mas nos aproxima
em cada dia!


Quando nos vimos
em poucas palavras
nos sentimos
com carinho,
afecto,fraternidade;
uma doce felicidade!


Te vi como um anjo,
mas vieste do mar
e serás a menina do mar
nesta onda de amor,
 navegarás no meu corpo!


José Manuel Brazão

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Ah, amor como eu sei ouvir teu silêncio...

Sou dono da tua alma
e do teu coração
que tanto procurei
e eu guardei em mim
no cofre da minha Alma
neste segredo bem guardado!

És do mar aquela onda
que vem ao meu encontro
trazer-me o teu beijo
prometido e guardado
no teu pulsante coração.

Ah, amor
como eu sei ouvir teu silêncio...

José Manuel Brazão

Renato Baptista 

SÓ VOU DIZER UMA COISA... QUE POEMAÇO LINDO!
Abração*
O Renato já sabe que as suas palavras são muito importantes para o meu aperfeiçoamento. Muito obrigado.
Abração do ZÉ


Só quem ama muito é capaz de ouvir o silêncio... Lindo!!!
É verdade SU! Li há muito tempo: a voz do silêncio é a voz do infinito! Guardei-a comigo e já me fez falta algumas vezes para minha serenidade!
Beijo do ZÉ
É, às vezes o silêncio sabido machuca... SU
SU já escrevi em vários sites que o Amor é um bem da Natureza muito belo, mas se for mal cuidado por um dos dois ou pelos dois tem dor e sofrimento! Porém só se pode exigir o que o outro pode dar!
Beijo do 



Os olhos do meu coração!

O meu amor por ti
vem de longe,
num silêncio sereno,
de muita convicção,
só visto pelos meus olhos,
os olhos do meu coração!

Sabes desta paixão
que passou a amor,
quando senti
a tua dedicação,
admiração
por mim!

Tens o conforto
do meu pensamento em ti;
nessa hora desejas-me,
fixas a minha imagem,
sorris para ela,
apertas no teu peito,
sentindo o meu corpo
levar-te ao prazer!

Cai-te uma lágrima,
enfrentas a realidade,
do amor nos aproximar
e o mar nos separar!

José Manuel Brazão



Nostalgia

Dançavam as borbotetas
No perfumado jardim
Ah...que linda dança!

Queria dançar também
Se desprender... se soltar
Mas ficava ali sentada
Olhando-as tristemente
Perdida em velhas lembranças

Só estava triste, não chorava
Não sentia mais aquela agonia
Que aos poucos a matava
Ao contrário... estava leve, tão leve
E não sabia porque
Isso lhe causava um certo desconforto
Uma certa sensação de perda ...

Foi tanto tempo... e foi tanta dor ...
Foi tanto sofrimento
Foi tanto amor ...

regina ragazzi

Vestes o silêncio e amas …

Nasceu este amor
como gratidão ao Sol!

Iluminou nossas almas
que andavam desavindas.

Cresceu este amor,
entre lágrimas e sorrisos.
Dei-me todo a esta paixão,
que não pára
neste palpitante coração!

Choras, porque o desejas,
mas …
Vestes o silêncio
e amas …

Guardas para ti
este amor,
esta loucura,
esta paixão...

... e a tua alma
está sempre em mim!

José Manuel Brazão

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Aos teus olhos, meu desejo lúcido!


Sinto a tua saudade dentro de mim
no corpo e alma de quem te ama,
teu corpo chama o meu silêncio
e retiro as pétalas que cobrem a tua nudez,
faço desse jardim imenso
a nossa cama cheirando a amor intenso!

E neste vai-vém sedentos de amor
dentro de teu ser ficam marcas de mim!

José Mamuel Brazão

Por te amar tanto!

Noites agitadas que passo
com tua imagem presente.
Relembro a tua vida,
a nossa vida:
que já não é como antes;
acompanhavas-me,
escutavas-me,
parecias feliz!

O tempo avançou,
nuns dias pareces triste,
atormentada,
noutros, pareces serena,
como se tudo estivesse bem!

Por te amar tanto
minhas noites são agitadas,
não descanso
por te ver assim,
por estares longe de mim,
por não ver teus olhos:
que me escondem
o que te vai na Alma!

Por te amar tanto,
meus braços estão abertos,
para conforto do teu corpo
e do teu amor!

Por te amar tanto…


José Manuel Brazão

Esta Lisboa que eu amo!

Lisboa,
minha cidade,
onde nasci
e tenho vivido,
crescido,
aprendido,
ensinado
e criado
tudo aquilo que me deste,
até a liberdade,
que uns sabem usar
e outros abusar.
Quase toda te conheci,
de oriente
a ocidente,
mas há sempre um cantinho,
desconhecido
ou mal observado,
durante este caminho,
igual à minha idade.

José Manuel Brazão

Miriade
Zé uma otima ideia,um lindo poema e maravilhoso video,adoro Portugal, tenho uma afinidade com seu pais, deve ser essa amizade luso-brasileira que temos nas entranhas.Estive ai por duas vezes a tentar conhecer melhor e me identifiquei com tudo que vi,parece minha cidade Natal,as ruas de Lisboa,suas escadarias, sua arquitetura unica,seus azulezos poéticos, a roupa no varal das janelas, os bordados,o forte de Saõ Jorge,passa para mim uma sensação de nostalgia e romantismo, até escrevi um texto também na epoca que a visitei, deve está na gaveta, quando o encontrar posto para você ok? Achei lindissimo seu texto poema, viajei no video e no fado, obrigada por compartir,
 Beijocarinho, Lu



http://www.youtube.com/watch?v=LOa9Q4RvSKw&feature=player_embedded



A lágrima que sorri!

Juntos no nosso jardim,
contemplamos a Natureza,
a sua rara beleza
e recordamos
os momentos felizes
que vivemos
por outro bem que é o Amor!

Nunca esqueceremos esses momentos
emocionantes, de encantamento,
de fascínio apaixonante!

Olhamos e em cada um de nós,
rola uma lágrima que sorri…!

José Manuel Brazão
Obrigada!
Estava a precisar de ler algo tão belo como ..."lágrima que sorri"...Lindo!
missmarple

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O amor por ti não morre!

Entregaste o teu coração
ao meu encanto,
rasguei um sorriso
que brilhou na tua face
e nos teus olhos
como janelas da tua alma
e sabes que o meu amor não morre,
amando-te com toda a verdade.

José Manuel Brazão



Da tua janela olhas esse mar...

Todas as manhãs
abres a janela da nossa Vida,
olhas esse mar e recordas
esta Lisboa que eu amo,
desejando abraçares as ondas,
que te tragam até mim
e aqui reconquistarmos
na memória do tempo
os momentos felizes
vividos e perpetuados!

José Manuel Brazão

Como eu desejo teus beijos!

Nestas horas do meu silêncio
em que a saudade mora no meu peito
e neste “mundo” que me rodeia
só vejo a tua imagem,
os teus susurros
o eco de te amo demais,
e sinto o teu melhor beijo!

Vem, quero teu corpo por inteiro,
nos prazeres mais intensos...